SERRALVES EM LUZ

Fundação de Serralves

  • ONDE E QUANDO

    Porto

    Fundação de Serralves
    Rua D. João de Castro, 210
    Parque: De 22 de junho a 31 de outubro de 2022

    HORÁRIOS

    Todas as noites.

    Recomenda-se que consulte o site da Fundação de Serralves para confirmar os horários.

  • DESCRIÇÃO

    Entre 22 de junho e 31 de outubro de 2022 poderá visitar o Serralves em Luz, que regressa para uma segunda edição e transforma todo Parque de Serralves numa exposição de luz, proporcionando a fruição noturna deste espaço através de uma experiência surpreendente.

    Ao longo de um percurso de 3 km, vinte e cinco instalações de luz, com recurso a múltiplas fontes, tecnologias de baixo consumo e até elementos vegetais recuperados no próprio Parque, proporcionam uma experiência sensorial mágica, num ambiente imersivo que dá a conhecer novas perspetivas deste notável espaço e convida à descoberta do seu património natural e arquitetónico.

    Os desenhos de luz de Nuno Maya, criados especificamente para esta exposição, conjugam várias formas de luz com diversos locais do Parque, despertando no espectador diferentes emoções e sensações visuais, enquanto as intervenções internacionais se focam em peças escultóricas luminosas e interativas que permitem, pela primeira vez, um papel ativo do público que pode assim transformar, através da luz, as paisagens naturais dos espaços. Do ateliê para crianças, desenhado pelo diretor criativo da exposição e executado com a colaboração do Serviço Educativo Ambiente de Serralves, nasceu ainda uma projeção video mapping na fachada da Casa do Cinema Manoel de Oliveira assinada por alunos do 2.º ano da Escola Básica da Pasteleira do Porto.

    Em paralelo a esta grande exposição noturna e ao ar livre, decorrerá um programa de visitas orientadas e de workshops de fotografia, que complementa e realça a vivência das diferentes dimensões em presença: luz, natureza, arte e arquitetura.

  • DIREÇÃO CRIATIVA

    A direção criativa é de Nuno Maya e o Serralves em Luz foi organizado em articulação com a equipa de Serralves e com desenhos de luz do Coletivo OLAB, Sophie Guyot, Tamar Frank e Tilen Sepic.