Vamos ampliar o Programa Proinfância em Portugal.
Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries, but also the leap into electronic typesetting, remaining essentially unchanged. It was popularised in the 1960s with the release of Letraset sheets containing Lorem Ipsum passages, and more recently with desktop publishing software like Aldus PageMaker including versions of Lorem Ipsum.
Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries, but also the leap into electronic typesetting, remaining essentially unchanged. It was popularised in the 1960s with the release of Letraset sheets containing Lorem Ipsum passages, and more recently with desktop publishing software like Aldus PageMaker including versions of Lorem Ipsum.

O que fazemos

Com uma trajetória desde o ano 2007, a Fundação ”la Caixa” amplia a cobertura geográfica do Programa Proinfância, com o objetivo de apoiar crianças e jovens em situação de pobreza económica e vulnerabilidade social.

Para tal, a Fundação ”la Caixa” lança o presente Concurso, dirigido a entidades do terceiro setor sem fins lucrativos e com um sólido conhecimento e intervenção nas áreas geográficas selecionadas, com a finalidade de implementar e coordenar o Programa Proinfância. O Proinfância irá reforçar o posicionamento e a capacidade de atuação de tais entidades através da criação de redes de colaboração. No âmbito do Concurso agora lançado prevê-se apoiar cerca de 50 famílias por área geográfica de intervenção.

As candidaturas devem ser enviadas para o e-mail do Programa Proinfância da Fundação ”la Caixa” [email protected], pela entidade coordenadora, que deverá descrever a proposta de implementação de acordo com o formulário disponibilizado para o efeito, e será responsável pela compilação de toda a informação e documentação das entidades que formarão parte da rede.


Redes selecionadas

Porto

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede de Campanhã

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Fios e Desafios – Associação de Apoio Integrado à Família

  • Entidades colaboradoras:

    • Arrimo - Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Social e Comunitário, CRL.

    • O Fio de Ariana

 

Rede de Lordelo do Ouro e Massarelos

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • ADILO – Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro

  • Entidades colaboradoras:

    • Centro Social da Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda

    • Associação para a Promoção Social da População do Bairro do Aleixo

    • O Fio de Ariana

 

Rede de Ramalde

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • ASAS – Associação de Solidariedade e Ação Social de Ramalde

  • Entidades colaboradoras:

    • Espaço T

    • O Fio de Ariana

Lisboa

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede de Marvila

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Nuclisol Jean Piaget Marvila

  • Entidades colaboradoras:

    • IAC - Instituto da Apoio a Criança

    • Associação A PAR

    • Centro Social Paroquial S. Maximiliano Kolbe

    • Associação Tempo de Mudar

 

Rede da Penha de França

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Clube Intercultural Europeu

  • Entidades colaboradoras:

    • AMBH - Associação de Moradores Bairro Horizonte

    • Questão de Igualdade - Associação para a Inovação social

 

Rede de Santa Clara

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Raízes – Associação de Apoio à Criança e ao Jovem

  • Entidades colaboradoras:

    • Nuclisol Jean Piaget Galinheiras

    • Educar a Sorrir

Vila Nova de Gaia

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede de Oliveira do Douro, Mafamude e Avintes

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Cooperativa de Solidariedade Social Sol Maior, CRL.

  • Entidades colaboradoras:

    • Abrigo Seguro

    • Fundação Padre Luís

    • Fundação Joaquim Oliveira Lopes

    • APPDA - Norte

Amadora

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede de Águas Livres

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Sopro dos Sonhos

  • Entidades colaboradoras:

    • Santa Casa da Misericórdia da Amadora

    • Associação de S.S. Vencer - Casal Popular da Damaia

Braga

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede de Maximinos, Sé e Cividade

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Cáritas Arquidiocesana de Braga

  • Entidades colaboradoras:

    • Fundação Bomfim

Setubal

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede Almada

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • Santa Casa da Misericórdia de Almada

  • Entidades colaboradoras:

    • Centro Social Paroquial de Cristo Rei

Açores

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Rede Ponta Delgada

  • Entidade coordenadora e de referência:

    • APPJ - Associação de Promoção de Públicos Jovens

  • Entidades colaboradoras:

    • CTFIS - Centro de Terapia Familiar e Intervenção Sistémica

    • Casa do Povo de Capelas

    • Casa do Povo de Santo António

    • CRESAÇOR

A avaliação das candidaturas será realizada através de critérios objetivos com uma pontuação máxima de 100 pontos, dos quais 30 % corresponderão à avaliação da Entidade que se apresenta como Coordenadora da rede, e 70 % à à avaliação da proposta de implementação no Território.


Avaliação da Entidade que se apresenta como Coordenadora da Rede

São avaliados positivamente os seguintes aspetos:

  • Perfil e experiência da Entidade.

  • Presença no Território.

  • Equipa de trabalho da Entidade Coordenadora a alocar ao Programa.

  • Capacidade de gestão.


Avaliação da proposta de implementação do Programa

São avaliados positivamente os seguintes aspetos:

  • Estrutura da Rede Proinfância.

  • Adequação da proposta às especificações e necessidades do Programa.

  • Projeto de rede territorial com os agentes do Território.

  • Coerência e consistência da proposta.

As candidaturas devem ser enviadas para o e-mail do Programa Proinfância da Fundação ”la Caixa” [email protected], pela entidade coordenadora, que deverá descrever a proposta de implementação de acordo com o formulário disponibilizado para o efeito, e será responsável pela compilação de toda a informação e documentação das entidades que formarão parte da rede.

Na proposta deve ser clara a forma concreta de implementação do Programa Proinfância, explicitando que entidades formarão parte, quais os seus respetivos papéis e que tipo de coordenação se prevê realizar.


Pontos-chave das propostas

Entidades que integram a proposta

  • Indicação e apresentação das Entidades que integram a Rede Proinfância.

  • Papel ou papéis desempenhados por cada uma das entidades na Rede.

  • Organização interna das equipas de trabalho de cada entidade e sua integração no respetivo organigrama.

  • Perfil dos profissionais da entidade coordenadora a alocar ao Programa.

  • Presença no Território.


Proposta de implementação do Programa Proinfância no Território

  • Identificação de necessidades do Território.

  • Adequação da proposta de intervenção social em Rede aos objetivos do Programa.

  • Recursos próprios e do Território identificados a alocar à proposta de implementação.

  • Metodologia de coordenação.

  • Parcerias com outros agentes do Território (entidades e administração pública) e possíveis sinergias para a consecução dos objetivos do Programa.

  • Cronograma de implementação.

Materiais de interesse

Regulamento do concurso 2024 Lisboa

Acreditação do gestor da candidatura

Formulário para participar no concurso Proinfância