Procuramos melhorar a qualidade de vida das pessoas com doenças avançadas e dos seus familiares para que a sua vida continue a ser vida até ao último instante.

  • O QUE FAZEMOS

    Desde 2018, a Fundação ”la Caixa” juntamente com o BPI desenvolve o Programa de Apoio Integral a Pessoas com Doenças Avançadas em Portugal, no âmbito do Programa Humaniza, para impulsionar e ampliar o acesso à intervenção paliativa, promover a qualificação profissional de pessoal médico e apoiar diferentes associações na implementação de projetos de sensibilização pública e de acompanhamento em processos de doença avançada e luto.

    O nosso objetivo é proporcionar um apoio integral, com equipas de profissionais que complementam os cuidados de saúde a pessoas com doenças avançadas através de uma intervenção psicossocial e espiritual.

    Esta iniciativa pioneira conta com 11 equipas de apoio psicossocial (EAPS) formadas por psicólogos, assistentes sociais e voluntários.

    Anualmente as equipas de apoio psicossocial atendem a mais de 5.000 doentes e mais de 6.000 familiares, e conta com voluntários. Desde o seu início, atendeu a 13.830 doentes e 17.047 familiares.

  • A QUEM SE DIRIGE

    A pessoas com doenças avançadas e seus familiares para que possam enfrentar a situação e o grande impacto emocional que ela tem.

  • COMO AJUDAMOS

    O núcleo do programa são as equipas de apoio psicossocial (EAPS). Os 47 profissionais têm formação e estão treinados para prestar aos doentes e às famílias um apoio paliativo caloroso, sensível e humano.

  • DÚVIDAS

    Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações, contacte-nos através do nosso endereço eletrónico humaniza@fundacaolacaixa.org.

  • 5.171 doentes atendidos em 2021

  • 11 equipas de apoio psicossocial

  • 19 hospitais contam com este programa