Incentivamos e promovemos a comunidade científica dos países africanos de língua portuguesa (PALOP) a realizar projectos de investigação que contribuam para a melhoria da prestação de cuidados de saúde e para o reforço das instituições científicas desses países.

O que fazemos

No âmbito da colaboração entre a Fundação ”la Caixa” e a Fundação Calouste Gulbenkian, estamos a promover:

  • Concurso We’Search: Apoio a projetos de investigação clínica nos PALOP.

    O objectivo é promover e incentivar a comunidade científica de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e S. Tomé e Príncipe a realizar projetos de investigação que contribuam para a melhoria da prestação dos cuidados de saúde e reforcem a capacidade das instituiç6es científica dos seus países.

    MAIS INFORMAÇÕES

  • 3 edições de um Curso de Gestão da Ciência organizados pela Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação ”la Caixa”, com o apoio do Centro de Investigação em Saúde da Manhiça-Moçambique e do Institut de Salut Global de Barcelona (ISGlobal) (2018-2021).

  • Concurso para apoiar projetos de investigação em saúde dirigidos aos participantes das três edições do Curso de Gestão da Ciência (2021).


Resultados

  • Formados 46 investigadores e/ou gestores de instituições de investigação, públicas ou privadas, na área da saúde, de países africanos lusófonos (PALOP).

  • Selecionados 3 projetos focados nas áreas do microbioma, cancro e COVID-19, liderados por investigadores de Angola, Cabo Verde e Moçambiqu e com duração de 2 a 3 anos.


“Helminth infections and respiratory allergic diseases. Does a neglected tropical disease influence a non-communicable disease?”

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Projeto desenvolvido por: Instituto Nacional de Investigação em Saúde, através do Centro de Investigação em Saúde de Angola em parceria com o Hospital Militar de Luanda e a Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa.

Descrição: Este projeto tem como objetivo perceber a ligação entre a doença respiratória alérgica com a presença de helmintos (parasitas intestinais) e o papel que o microbioma intestinal possa ter na asma e no controlo dos helmintos.

“Epidemiology and characteristics of SARS-CoV-2 infection among children and their households in Mozambique”

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Projeto desenvolvido por: Instituto Nacional de Saúde de Moçambique vai desenvolver o projeto.

Descrição: O projeto consiste no estudo do SARS-Cov-2 em crianças de três escolas primárias de bairros urbanos, peri urbanos e rurais de Maputo. Os investigadores vão analisar a taxa de mortalidade e morbilidade nestas faixas etárias, assim como realizar um estudo epidemiológico e um inquérito de sero prevalência que permitirá perceber a exposição ao vírus pelas crianças.

“Clinical-Pathological Characterization of PALOP'S Cancer - INCUBATOR”

<@liferay.language key='wos-mostrar-info' /> <@liferay.language key='wos-ocultar-info' />

Projeto desenvolvido por: Universidade de Cabo Verde em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique.

Descrição: Um projeto que tem como objetivo perceber a incidência do cancro da próstata em Cabo Verde e Moçambique, fazer um estudo biológico, saber qual o subtipo mais frequente daquele que é o cancro que mais mata em Cabo Verde. Este projeto inclui ainda a criação do laboratório digital “INCUBATOR”, uma plataforma para a publicação de dados e informações para apoio ao diagnostico do cancro da próstata.