Plataforma on-line para submeter as candidaturas

VÁ PARA A PLATAFORMA

Descrição e bases de participação

Mostrar texto Ocultar texto

O concurso CaixaResearch Consolidate ajuda projetos inovadores com elevado nível de maturidade (nível TRL 4 ou superior) e com sólidas estratégias de propriedade intelectual e comercialização a atingirem a fase de captação de investimento e a chegarem ao mercado.

  • CALENDÁRIO

    CONCURSO PERMANENTEMENTE ABERTO

    Podem ser apresentados projetos durante todo o ano. Ao longo do ano, haverá vários momentos de avaliação e seleção de projetos.

    Todos os anos serão anunciadas, no máximo, três datas de avaliação e seleção de propostas.

    Plataforma online para apresentação de projetos (apresentação em inglês)
    Concurso aberto

    Próximo prazo de apresentação de projetos
    Setembro de 2021

  • OBJETIVOS

    Promovemos o seu projeto biomédico para que atinja a fase de captação de investimento. Oferecemos:

    • Apoio financeiro para concluir o seu plano de desenvolvimento.

    • Apoio não financeiro ad hoc para mentoria personalizada, formação e networking.

    • Melhorar a visibilidade, o impacto e a rede de contactos do projeto.

  • CANDIDATOS

    O seu projeto é um potencial candidato? Por favor, consulte os seguintes requisitos:

    Para os projetos:
    - Os projetos devem estar relacionados com as áreas das ciências da vida, da medicina e da saúde.
    - Os projetos devem encontrar-se numa fase madura, pelo menos no nível de maturidade tecnológica 4 (TRL 4). Além disso, devem ter sido alvo de atividades de valorização significativas e devem contar com uma estratégia de comercialização definida.
    - Os projetos podem ter experiência demonstrada noutros programas de aceleração.

    Para os beneficiários:
    - Os beneficiários devem ser entidades jurídicas sem fins lucrativos com sede em Espanha ou Portugal.
    - Tipo de entidade: universidades, fundações universitárias, centros de investigação e transferência, centros tecnológicos, hospitais, fundações hospitalares e instituições sem fins lucrativos cuja atividade principal seja a investigação.
    - Devem ser proprietários ou coproprietários do ativo ou dos ativos protegidos resultantes da investigação. A concessão de licenças adicionais do ativo ou dos ativos a empresas é compatível com a candidatura a este apoio.
    - O mesmo beneficiário pode apresentar mais de uma candidatura, desde que as candidaturas estejam associadas a um ativo ou ativos protegidos ou suscetíveis de proteção diferentes que resultem de distintos projetos de investigação.

    Para os líderes de projeto:
    - Os líderes de projeto devem ser pessoas jurídicas com diploma do Ensino Superior (titular de diploma universitário, professor universitário ou doutorado).
    - Além disso, devem dedicar-se exclusiva ou principalmente ao projeto de validação, de acordo com os critérios dos promotores, para o conceito de negócio ou transferência para o mercado. Cada líder de projeto só pode fazer parte de uma candidatura.
    - O líder de projeto pode ser ou não o líder do projeto de investigação que gerou o ativo ou os ativos.
    - Deve contar com o consentimento do beneficiário para liderar o projeto.

  • APOIO FINANCEIRO

    O apoio financeiro consiste numa contribuição de até 300 000 € durante 24 meses.

    Pode cobrir as seguintes despesas:

    • Desenvolvimento tecnológico do ativo.

    • Serviços de consultoria, viabilidade e estudo de mercado.

    • Estudos de avaliação necessários para a aprovação regulamentar.

    • Contratação de pessoal destinado ao desenvolvimento do projeto.

    • Gestão de estratégias de propriedade intelectual.

    • Despesas gerais até um máximo de 10% do orçamento total.

    • Despesas de viagem ou representação.

  • BASES DE PARTICIPAÇÃO

    Todas as informações sobre o concurso, as condições de participação no processo de seleção e os aspetos legais podem ser consultadas nas bases de participação.

    Recomendamos uma leitura cuidadosa dos documentos que se seguem, antes de enviar a sua proposta.

  • PERGUNTAS FREQUENTES

    Consulte a lista das Perguntas frequentes.

  • CONTACTO

    Para mais informações e esclarecimento de dúvidas: ci_info@fundaciolacaixa.org.

Processo de candidatura

Mostrar texto Ocultar texto
  • PROCESSO DE CANDIDATURA

    1. Entregue as suas candidaturas e documentos adicionais acedendo à área privada, onde podem ser apresentadas candidaturas a todos os concursos da Fundação ”la Caixa”. Quando aceder a esta área pela primeira vez, deverá registar-se. Receberá em seguida um nome de utilizador e uma palavra-passe para iniciar a sessão.

    2. Depois de se registar, selecione o concurso pretendido e preencha o formulário de candidatura. Há dois modelos de formulário disponíveis: uma carta de intenções para a primeira fase de avaliação e uma minuta de proposta completa para uma segunda fase de avaliação, a preencher apenas pelos projetos pré-selecionados.

    3. Descarregue o manual do utilizador da plataforma de candidatura se precisar de mais informação sobre como obter o certificado da entidade ou introduzir os dados do projeto na área de candidatura.

    4. Preencha todo o formulário de candidatura online. Descarregue os modelos dos formulários (carta de intenções e proposta completa para os projetos pré-selecionados). A finalidade destes formulários é meramente informativa. As candidaturas devem ser enviadas através da plataforma de candidatura online.

    5. Tenha presente que a candidatura deve ser preenchida em inglês. Não aceitaremos candidaturas noutra língua, incompletas, em suporte de papel ou que tenham sido enviadas por qualquer outro meio ou fora de prazo.

  • PERGUNTAS FREQUENTES

    Consulte a lista das Perguntas frequentes.

  • CONTACTO

    Para mais informações e esclarecimento de dúvidas: ci_info@fundaciolacaixa.org.

Processo de seleção

Mostrar texto Ocultar texto
  • PROCESSO DE SELEÇÃO

    O procedimento de avaliação de propostas consiste em duas fases: uma fase de pré-seleção e uma fase de seleção. A fase de pré-seleção consiste na avaliação remota de uma carta de intenções, ao passo que a seleção é realizada por uma comissão de peritos que analisa as propostas completas e entrevista os candidatos. Apenas os projetos pré-selecionados poderão apresentar uma proposta completa.

  • CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

    Os membros da Comissão de Seleção da Inovação avaliarão o projeto internamente, de acordo com os seguintes critérios:

    Necessidade médica não satisfeita
    Este critério avalia em que medida o ativo aborda uma necessidade médica não satisfeita, considerando o seguinte:
    - o grau de precisão com que foi identificada a necessidade médica.
    - até que ponto a solução proposta irá satisfazer essa necessidade.
    - até que ponto essa solução irá trazer benefícios para as partes interessadas (médicos, doentes, etc.).

    Viabilidade técnica
    Este critério avalia a fundamentação científica do ativo, considerando o seguinte:
    - as bases científicas da proposta.
    - como se chegou ao estádio atual de desenvolvimento.
    - até que ponto foram tidas em conta eventuais limitações técnicas relativas ao desenvolvimento do ativo.

    Roteiro de desenvolvimento
    Este critério avalia em que medida o projeto proposto contribui para cumprir o roteiro geral do projeto:
    - até que ponto as ações e metas apresentadas contribuem para o progresso do roteiro.
    - até que ponto a participação no Programa significa um impulso significativo para o progresso do roteiro.
    - até que ponto foram descritas e abordadas as necessidades do processo de valorização.
    - até que ponto o apoio solicitado (financeiro e não financeiro) é adequado para alcançar os metas indicadas, tendo em conta, se for o caso, outros recursos disponíveis.

    Proposta comercial
    Este critério avalia o potencial de comercialização do ativo, considerando o seguinte:
    - até que ponto a oportunidade de mercado foi identificada e quantificada corretamente.
    - até que ponto o ativo representa valor acrescentado em comparação com as soluções existentes que abordam o mesmo problema.
    - até que ponto o modelo de negócio foi corretamente concebido e integra as dimensões comerciais necessárias.

    Equipa e implementação
    Este critério avalia as capacidades da equipa proposta para liderar o projeto com êxito, considerando o seguinte:
    - a relevância das competências e da complementaridade dos membros da equipa para levar a cabo o projeto (neste sentido, se for necessário, pode-se equacionar a criação de um consórcio).
    - o grau de compromisso do líder com o projeto e a forma como concebe a gestão da liderança em fases posteriores do projeto.

    Inovação responsável
    Este critério avalia em que medida a responsabilidade social é tida em conta na conceção, na estruturação, no desenvolvimento e nos resultados do projeto:
    - até que ponto é tida em conta a participação de agentes sociais em relação aos objetivos estabelecidos.
    - até que ponto são abordadas as implicações éticas, sociais, legais e ambientais decorrentes do desenvolvimento da inovação.

    Consulte o Guia para avaliadores e o Código de conduta para colaboradores.

  • PERGUNTAS FREQUENTES

    Consulte a lista das Perguntas frequentes.

  • CONTACTO

    Para mais informações e esclarecimento de dúvidas: ci_info@fundaciolacaixa.org.