Bolsas de Doutoramento INPhINIT. Concurso 2023

A oportunidade que procurava

Candidate-se a uma bolsa de doutoramento INPhINIT.

CANDIDATE-SE A UMA BOLSA
  • FASES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

    O processo de seleção consta de 3 fases consecutivas:

     

    FASE 1 - ELEGIBILIDADE:

    Todas as candidaturas são analisadas em função do cumprimento dos requisitos de elegibilidade descritos nas bases do programa.

     

    FASE 2 - PRÉ-SELEÇÃO:

    As candidaturas são avaliadas de forma remota por, pelo menos, dois avaliadores com experiência relevante na mesma área de estudos. Os critérios que regem a avaliação nesta fase são:

    1. Certificado de habilitações e curriculum (ponderação 50 %): avaliar-se-á o certificado de habilitações, bem como o curriculum académico e/ou profissional em relação à fase da carreira do candidato em que se encontrar e as oportunidades que possa ter tido.

    2. Motivação e dissertação (ponderação 30 %): avaliar-se-á a excelência das ideias apresentadas na dissertação, considerando a originalidade, a inovação e o possível impacto da proposta, assim como a escolha do centro de destino e os estudos ou pesquisas as quais queiram-se realizar.

    3. Cartas de recomendação (ponderação 20 %): as cartas de recomendação recebidas serão avaliadas tendo em conta a especificidade do conteúdo em relação ao candidato, bem como o perfil dos recomendadores.

     

    FASE 3 - ENTREVISTAS DE SELEÇÃO:

    Os candidatos pré-selecionados são convocados para uma entrevista individual com um comité multidisciplinar que os avalia de acordo com os critérios que se seguem:

    1. Potencial do candidato (ponderação 40 %): avaliar-se-á o potencial do candidato com base nas suas soft skills, tais como clareza, consistência do seu discurso e a articulação de ideias, a capacidade de apresentar raciocínio complexo e independente, a originalidade, o empreendedorismo, a liderança e o trabalho de equipa.

    2. Motivação e dissertação (ponderação 30 %): avaliar-se-á a excelência das ideias apresentadas na dissertação, considerando a originalidade, a inovação e o possível impacto da proposta, assim como a escolha do centro de destino e os estudos ou pesquisas a realizar.

    3. Percurso académico e profissional (ponderação 30 %): avaliar-se-á a formação académica e profissional do candidato em relação à fase em que se encontra na sua carreira e às oportunidades que possa ter tido.

  • JUNTE-SE

    O Programa de bolsas conta anualmente com a colaboração de um grande número de especialistas de diferentes áreas que participam na avaliação das candidaturas. O rigor e a transparência nos processos de seleção são essenciais para garantir a excelência dos programas de bolsas oferecidos. Por isso, é fundamental dispor de uma base de dados de especialistas dinâmica e permanentemente atualizada com novos perfis, tanto da academia como da indústria.

    Se está interessado em fazer parte da nossa base de dados e colaborar na avaliação de futuros concursos de bolsas, contacte-nos enviando um email a fellowships@fundaciolacaixa.org juntamente com o seu CV em formato .pdf ou o link à página web donde é visualizado.