Trabalhos de casa (ensino primário)

Trabalhos de casa (ensino primário)

Impacto baixo por custo muito baixo, baseado em provas limitadas.

Custo

O custo é indicativo do gasto adicional a ter em conta para a implementação das evidências: novos recursos tecnológicos, cursos de formação, atividades para alunos, etc. A estimativa de custo é aproximada e se baseia nos custos adicionais de uma turma de 25 alunos.

Eficácia

A eficácia é indicativa da força da evidência com base no número e tipos de estudos disponíveis, na qualidade desses estudos e na consistência das estimativas de impacto dos diferentes estudos.

Impacto
+2 meses
  • O QUE É?

    Global

    Trabalhos de casa refere-se a tarefas dadas aos alunos pelos seus professores, que devem ser realizadas fora das aulas habituais. As atividades de trabalhos de casa comuns nas escolas primárias tendem a ser leitura ou prática de ortografia e factos numéricos, mas podem incluir também atividades mais alargadas, para desenvolver competências de consulta ou trabalho mais direcionado ou centrado, como revisão para testes.

  • QUAL O GRAU DE EFICÁCIA?

    Global

    É verdade que as escolas cujos alunos fazem trabalhos de casa tendem a ser mais bem-sucedidas. No entanto, não é claro que a utilização de trabalhos de casa seja um motivo para este sucesso. Um conjunto de revisões e meta-análises exploraram esta questão. Existem provas mais robustas de que é útil ao nível do ensino secundário [consulte Trabalhos de casa (ensino secundário)], mas existem muito menos provas do benefício ao nível do ensino primário.

    Existem algumas provas de que quando os trabalhos de casa são utilizados como uma intervenção breve e focada pode ser eficaz a melhorar o sucesso escolar dos alunos, mas isto é limitado para alunos do ensino primário. De um modo global, é possível que os benefícios gerais sejam modestos se os trabalhos de casa forem atribuídos de uma forma mais rotineira.

    A qualidade da tarefa atribuída aparenta ser mais importante do que a quantidade de trabalho exigida ao aluno.

  • QUAL O GRAU DE FIABILIDADE DAS PROVAS?

    Global

    Os trabalhos de casa foram extensivamente investigados. Existe um panorama relativamente constante de que os alunos nas escolas que atribuem mais trabalhos de casa têm um melhor desempenho, embora para os alunos do ensino primário a diferença seja pequena. No entanto, apenas um número reduzido de estudos investigou se esta relação se deve aos trabalhos de casa em si ou a outros fatores da escola. Estes estudos comparam turmas em que os trabalhos de casa são introduzidos com turmas semelhantes em que não são atribuídos trabalhos de casa. Estes tendem a demonstrar que os trabalhos de casa podem ser benéficos, mas esta descoberta é menos fiável do que a primeira, devido ao menor número de estudos e à qualidade das provas.

  • QUAIS SÃO OS CUSTOS?

    Local

    Existem poucos custos associados aos trabalhos de casa, embora existam implicações no tempo dos funcionários para preparação e classificação. Com crianças mais novas, podem ser necessários recursos adicionais (como livros de leitura ou jogos para as crianças levarem para casa). Os custos globais são estimados como muito baixos.

  • O QUE DEVO TER EM CONTA?

    Global

    De um modo geral, os trabalhos de casa nas escolas primárias não parecem resultar em grandes aumentos na aprendizagem.

    Os pais podem ter um efeito positivo na realização dos trabalhos de casa e ajudar as crianças a desenvolver hábitos de aprendizagem eficazes. Como pode ajudar os pais a encorajar bons hábitos para os trabalhos de casa?

    A base factual mais alargada sugere que tarefas ou atividades breves e focadas, diretamente relacionadas com aquilo que está a ser ensinado, e utilizadas como referência na escola, têm maior probabilidade de eficácia do que trabalhos de casa diários regulares.

    Explicou claramente às crianças o objetivo dos trabalhos de casa?