Intervenções de linguagem oral

Intervenções de linguagem oral

Impacto moderado por custo muito baixo, baseado em provas abundantes.

Custo

O custo é indicativo do gasto adicional a ter em conta para a implementação das evidências: novos recursos tecnológicos, cursos de formação, atividades para alunos, etc. A estimativa de custo é aproximada e se baseia nos custos adicionais de uma turma de 25 alunos.

Eficácia

A eficácia é indicativa da força da evidência com base no número e tipos de estudos disponíveis, na qualidade desses estudos e na consistência das estimativas de impacto dos diferentes estudos.

Impacto
+5 meses
  • O QUE É?

    Global

    As intervenções de linguagem oral enfatizam a importância da língua falada e da interação verbal na sala de aula. Baseiam-se na ideia de que as competências de compreensão e leitura beneficiam de debate explícito do conteúdo ou dos processos de aprendizagem, ou ambos. As abordagens de linguagem oral incluem:

    • Leitura direcionada em voz alta e debate sobre livros com crianças pequenas.

    • Ampliar explicitamente o vocabulário falado dos alunos.

    • A utilização de perguntas estruturadas para desenvolver a compreensão escrita.

    • A utilização de diálogo e interação objetivos e focados no currículo.

     

    As intervenções de linguagem oral visam apoiar a articulação de ideias e a expressão oral do aluno. Por conseguinte, as intervenções de linguagem oral têm alguma semelhança com as abordagens baseadas em Metacognição, que torna explícita a conversação sobre a aprendizagem nas salas de aula (como Filosofia para crianças), e com as abordagens de Aprendizagem colaborativa, que promovem o diálogo e a interação dos alunos em grupos (como Pensar em conjunto).

  • QUAL O GRAU DE EFICÁCIA?

    Global

    De um modo global, os estudos de intervenções de linguagem oral mostram consistentemente um impacto positivo na aprendizagem, incluindo nas competências linguísticas orais e na compreensão escrita. Em média, os alunos que participam em intervenções de linguagem oral fazem um progresso adicional de aproximadamente cinco meses durante um ano.

    Todos os alunos parecem beneficiar de intervenções de linguagem oral, mas alguns estudos mostram efeitos ligeiramente superiores em crianças mais novas e alunos provenientes de meios desfavorecidos (até seis meses de progresso adicional).

    Alguns tipos de intervenções de linguagem oral aparentam ser mais eficazes do que outros, em média. As intervenções que estão diretamente relacionadas com a compreensão de texto ou a resolução de problemas aparentam ter um impacto maior. Também existem provas consistentes que corroboram a leitura para crianças pequenas e o incentivo a responderem a perguntas e a falarem sobre a história com um adulto com formação. Vários estudos mostram os benefícios de assistentes de ensino com formação apoiarem eficazmente tanto as competências de linguagem oral como os resultados de leitura.

    Por oposição, abordagens mais gerais de "linguagem completa", que se focam em significado e entendimento pessoal, não aparentam ter tanto sucesso como aquelas que envolvem atividades mais interativas e de diálogo.

    Para todas as intervenções de linguagem oral, determinados fatores estão associados a ganhos de aprendizagem superiores, sugerindo que uma implementação cuidadosa é importante. Por exemplo, as abordagens que visam explicitamente desenvolver o vocabulário oral funcionam melhor quando estão relacionadas com o conteúdo atual a ser estudado na escola, e quando envolvem a utilização ativa e significativa de qualquer vocabulário novo. De forma semelhante, as abordagens que utilizam tecnologia são mais eficazes quando a tecnologia é utilizada como forma de encorajar o trabalho colaborativo e a interação entre alunos, ao invés de em explicações ou ensino direto. A maioria dos estudos refere a importância da formação e do desenvolvimento dos professores ou do apoio na implementação.

  • QUAL O GRAU DE FIABILIDADE DAS PROVAS?

    Global

    Existe uma base factual abundante sobre o impacto das intervenções de linguagem oral, incluindo um número considerável de meta-análises e revisões sistemáticas. As provas são relativamente consistentes, sugerindo que as intervenções de linguagem oral podem ser bem-sucedidas em vários ambientes. Embora a maioria das provas esteja relacionada com crianças mais pequenas, existem também provas claras de que os alunos mais velhos, e particularmente os alunos desfavorecidos, podem beneficiar.

    Local

    A base factual inclui vários estudos de qualidade elevada em escolas do Reino Unido. Provas adicionais sobre o estabelecimento de correspondência entre abordagens ou programas específicos e as necessidades específicas dos alunos, quer por idade ou por sucesso escolar, também seriam úteis.

    Relatório de orientação
    A EEF publicou orientações sobre a melhoria da literacia nas fases Key Stage 1 (fase correspondente a crianças em idade escolar entre 5 e 7 anos, segundo o sistema de ensino britânico) e Key Stage 2 (crianças em idade escolar entre 7 e 11 anos).

  • QUAIS SÃO OS CUSTOS?

    Local

    De um modo geral, os custos são estimados como muito baixos: tipicamente cerca de 44,27 € por aluno. Os custos financeiros diretos estão limitados a recursos adicionais, como livros para debate e desenvolvimento profissional para professores, que podem melhorar os benefícios para a aprendizagem. Para algumas avaliações recentes no Reino Unido, a mediana de custo por aluno por ano foi de 44,27 €.

  • O QUE DEVO TER EM CONTA?

    Global

    Como pode ajudar os alunos a tornar a sua aprendizagem explícita através da expressão oral?

    Como irá estabelecer a correspondência entre as atividades de linguagem oral e a fase de desenvolvimento atual do aluno, para que este aumente a aprendizagem e crie uma relação com o currículo?

    Que formação devem receber os adultos envolvidos para assegurar que moldam e desenvolvem as competências de linguagem oral dos alunos?

    Se estiver a utilizar tecnologia, como irá assegurar que os alunos falam sobre a sua aprendizagem e interagem entre si de forma eficaz?