Ensino individualizado

Ensino individualizado

Impacto moderado por custo muito baixo, baseado em provas moderadas.

Custo

O custo é indicativo do gasto adicional a ter em conta para a implementação das evidências: novos recursos tecnológicos, cursos de formação, atividades para alunos, etc. A estimativa de custo é aproximada e se baseia nos custos adicionais de uma turma de 25 alunos.

Eficácia

A eficácia é indicativa da força da evidência com base no número e tipos de estudos disponíveis, na qualidade desses estudos e na consistência das estimativas de impacto dos diferentes estudos.

Impacto
+3 meses
  • O QUE É?

    Global

    O ensino individualizado envolve tarefas diferentes para cada aluno e apoio ao nível individual. Baseia-se na ideia de que todos os alunos têm necessidades diferentes e que, por conseguinte, uma abordagem personalizada – principalmente em termos de atividades que os alunos realizam consoante o seu ritmo de progressão no currículo – será mais eficaz. Ao longo dos anos, foram experimentados vários modelos de ensino individualizado na educação, principalmente em disciplinas como a matemática, em que os alunos podem realizar conjuntos individuais de atividades, muitas vezes de forma quase independente. Mais recentemente, as tecnologias digitais foram utilizadas para facilitar as atividades e o feedback individuais.

  • QUAL O GRAU DE EFICÁCIA?

    Global

    Em média, o ensino individualizado tem um efeito positivo nos alunos, embora exista uma grande variação entre estudos, com alguns a apresentarem pequenos impactos negativos.

    Para abordagens baseadas em sala de aula, parece que o papel do professor pode tornar-se mais um papel de gestão, com a exigência adicional de organização e monitorização de atividades de aprendizagem a deixar menos tempo para a interação pedagógica de qualidade elevada. Isto pode explicar alguma da variação no impacto. Por este motivo, o ensino individualizado pode ser mais útil como complemento ao ensino comum na sala de aula do que como uma substituição padrão.

    Alguns estudos recentes detetaram impactos superiores. Estes projetos utilizaram tendencialmente a tecnologia digital no ensino individualizado, e esta utilização pode explicar os impactos superiores. Por exemplo, a tecnologia pode permitir um feedback mais imediato sobre as tarefas individuais (consulte mais detalhes sobre o impacto do Feedback).

  • QUAL O GRAU DE FIABILIDADE DAS PROVAS?

    Global

    Houve várias meta-análises que corroboraram a conclusão de que a aprendizagem individualizada para turmas inteiras pode ter impactos positivos moderados. No entanto, existe alguma variação, com algumas meta-análises a mostrarem efeitos menores.

    Existe alguma investigação de outros campos associados, como aprendizagem baseada em computador e a "aprendizagem para o domínio", de Bloom, em que os estudantes recebem as instruções divididas em passos, recebem feedback sobre a aprendizagem e só avançam após "dominarem" um passo específico. Em ambos os campos, as abordagens com pequenos grupos aparentam ser mais eficazes do que as abordagens individuais.

    As evidências são maioritariamente oriundas de estudos em escolas secundárias e de estudos em matemática, embora também existam provas de outras disciplinas do currículo, como ciências, história e geografia.

  • QUAIS SÃO OS CUSTOS?

    Local

    Os custos da implementação de aprendizagem individualizada são normalmente muito baixos. As abordagens que utilizam tecnologia, como programas de explicações online ou sistemas de aprendizagem integrada, tornaram-se menos dispendiosas nos últimos anos. De um modo geral, os custos são estimados como muito baixos.

  • O QUE DEVO TER EM CONTA?

    Global

    Como irá assegurar que existe tempo suficiente para interação direta entre o professor e todos os alunos – individualmente e enquanto turma – considerando o aumento das tarefas do professor na organização e monitorização de atividades individuais?

    É possível que o ensino individualizado seja eficaz apenas para alunos com capacidade para gerir a sua própria aprendizagem (consulte Metacognição e autorregulação). Quais são as implicações disto para os seus alunos?

    A utilização de tecnologia digital para o fornecimento de atividades de aprendizagem individual pode facultar aos alunos exercícios eficazes, mas os alunos também precisam de instruções diretas de um professor ao aprender conteúdo novo ou quando não estão a fazer progressos.

    Já pensou na aprendizagem em pequenos grupos como forma de ir ao encontro das necessidades de alunos diferentes sem reduzir a quantidade total de tempo de ensino dos alunos?